Home / Bareback / NakedPapis – Grande & Red – Comi o meu amigo “hétero” e pegador

NakedPapis – Grande & Red – Comi o meu amigo “hétero” e pegador

Olá. Me chamo Grande, tenho 21 anos, sou Branquinho, cabelos e olhos negros, tenho um corpo definido e uma barriga com um leve tanquinho devido á natação e ao futebol. Modéstia parte eu chamo a atenção das meninas.

Eu sou bissexual discreto, ninguém sabe que eu também curto pegar homens, os meus amigos nem desconfiam, pois tenho namorada.

Eu faço natação em um clube, lá fiz várias amizades. Red foi um deles, ele tem 22 anos, branco, alto, cabelos loiros naturais, um sorriso encantador e um corpo definito com uma barriga invejavelmente sarada, uma mala com um bom volume e uma bunda de dar água na boca. As minas caiam em cima dele, e ele tem fama de pegador, nos demos muito bem, viramos grandes amigos.

Baixar Vídeo 121MB

Certo dia ele me convidou pra passar um final de semana no sítio dos seus pais, pra comemorarmos o seu aniversário, ele disse que ia levar uns amigos e sua primas pra lá. Eu aceitei.

Chegando o dia combinado eu, ele e seus amigos partimos para o seu sítio, eramos oito no total, a viagem foi longa e finalmente chegamos.

Fomos recebidos por duas primas dele que já estavam lá nos aguardando, eram lindas, mas a mais nova de 21 me chamou a atenção.

Red sugeriu que dormissemos no mesmo quarto, eu prontamente aceitei, sem más intenções, nem passava besteiras pela minha cabeça.

A farra estava apenas começando, no primeiro dia fizemos uma grande churrascada regada a muita cerveja,    conversamos, brincamos e bebemos, percebi que a sua prima não tirava o olho de mim, comecei a flertar com ela, até que vi ela indo pra cozinha e fui conversar com ela, depois de muito papo, já á noite levei ela pro quarto e começamos a pegação na minha cama.

Não demorou e o Red entrou no quarto com uma colega dele e foram pra sua cama, como a luz estava apagada e estávamos bêbado, não ligamos, eu comi a prima dele no mesmo quarto, ele também comeu a colega dele, só se escutava os gemidos.

No outro dia na hora do almoço fizemos outra churrascada regada á bebida, o dia estava muito quente, umas 1:00 hrs da tarde eu encontrei o Red, comentei sobre o calor e ele sugeriu que fossemos pra um banho perto dali, eu aceitei, disse que chamaria os outros mas ele disse que eles estavam se divertindo, seria melhor ir só nós dois, pegamos umas cervejas e fomos.

Fizemos uma trilha de 10 minutos, fomos bebendo e conversando, estávamos meio bêbados, chegamos no tal lugar, era muito lindo. Sentei numa pedra sem camisa, enquanto o Red tirava a sua roupa para ir nadar, ele ficou totalmente pelado na minha frente.

A cena era linda, ele tirando a sua cueca de costa pra mim, confesso que até o momento eu ainda não tinha imaginado nada sexual com ele, claro que eu achava ele bonito, eu admirava ele, mas achei que nada rolaria com ele.

Ver aquele corpo branco, másculo e bem desenhado na minha frente me fez ficar um pouco excitado, sua bunda é bem redondinha e durinha, seu pau ainda mole era um pouco grande e totalmente depilado, claro que eu não deixei que ele percebece que eu estava o admirando.

Ele mergulhou, nadou um pouco e saiu da água em minha direção meio tonto, pegou uma cerveja e perguntou se eu iria nadar, eu disse que sim, mas estava descançando.

Ele se sentou do meu lado, então resolvi cair na água, tirei a minha bermuda fiquei apenas de cueca e ele falou que era melhor eu tomar banho pelado com a disculpa de que cueca molhada não faz bem e tal. Então eu tirei a minha cueca de frente pra ele sem más intenções, percebi que ele ficou olhando pra mim enquanto eu fazia aquilo.

Ele estava me admirando, e olhando principalmente pro meu pau, fiquei me questionando se era coisa da minha cabeça ou ele estava me admirando. E do nada ele se levanta e pergunta se eu não iria tomar banho, me segura tentando me jogar na água na brincadeira, e eu resisto, começamos a brincar tentando jogar o outro na água coisa de amigos, até que ambos caímos na água.

Continuámos brincando tentando afogar o outro, e do nada ele me agarra por trás e sinto o seu membro meio duro encostar na minha bunda, aquilo me deixou excitado, consegui sair e segurei ele por trás, encostei o meu pai meio bomba na sua bunda, e vi que ele não resistia mais.

E do nada ele pôs a mão pra trás e ele agarrou o meu pau, me assustei, essa era a confirmação que precisava, paramos de lutar, ele apertou o meu pau mais forte e disse:

– Mano, deixa eu bater uma pra ti? Me assustei, e perguntei:

– Tu é gay?

– Não sou não, mas sempre senti atração por homens, mesmo gostando de mulheres, talvez eu sou bi. Não vai falar nada pra ninguém, Deixa eu bater uma pra ti?

Eu estava surpreso, eu nunca desconfiei dele, ele estava realmente bêbados pra ele ter coragem de falar isso, fingi pensar um pouco, mas como iria negar pra aquele gostoso, essa seria a minha chance, não tava nem acreditando.
Eu disse que sim, então sugeri que fossemos pra areia, ele sorriu, me sentei na areia com o pau quase explodindo de tão duro, vi seu cacetão lindo, grande digno de ator pornô.

Ele deitou entre as minha pernas, pegou nos meus 18 cm e começou a me punhetar, sua mão grande de macho e quente me deixavam em êxtase, ele olhava o meu pau de perto, depois de uns 7 minutos punhetendo eu disse:
– Chupa mano, vai!

-Sério?

– Sim. Disse eu empurrando a sua cabeça em direção ao meu pau.

Ele apenas abocanhou o meu pauzão, chupou a glande, lambia como um sorvete, e fazia garganta profunda, seus lábios vermelhos eram macios e sua boca quente, ele chupava e me olhava com cara de safado. Eu nem estava acreditando naquilo.

Mandei ele parar e sentar, ele o fez sem entender, me coloquei entre a sua perna e peguei no seu pau e abocanhei, chupei gostoso, e muito, seu pau era macio, grande, sua cabeça era rosada que brilhava e pulsava muito, suas bolas eram grandes, chupei muito, ele apenas me olhava surpreso.

E eu então perguntei se ele daria pra mim e ele disse que sim, mas era pra ir com calma, pois fazia tempo que ele não dava, não me contive em felicidade, não estava acreditando que iria meter o meu pau no cu daquele cara gostoso.

Ele foi pegar a camisinha no seu bolso, o safado veio preparado, ele tinha planejado tudo. Estendi a minha camisa no chão, mandei ele ficar de 4, me agachei, abria sua bunda, era durinha, e bem depiladinha, rosada, realmente era apertada. Meti a lingua, ele gemeu, beijei as suas costas e bunda e comecei a lamber, mordiscar, fiz um cunete de lei e bem babado, ele rebolava.

Chegou o grande momento, estaria eu sonhando? Me posicionei atrás dele, posicionei o meu pau na portinha, e de 4 eu fui metendo, enfiando devagar cm por cm, enquanto eu massageava as suas costas e dava uns tapas na bunda, era muito apertado, até que os meus 18 cm estavam todos dentro dele, ele gemia alto, parei um tempinho.

E depois comecei a bombar, devagar por um tempo e fui acelerando, ele só gemendo, comecei as estocadas fortes e rápidar, eu mexia os seu quadril, o som dos nossos corpos ecoava pelo local, era lindo ver aquele macho metido a pegador, de 4 pra mim, mudamos de posição, eu sentei e ele veio por cima, sentou lentamente, e cavalgou, eu beijava o seu pescoço e ele me lascou um beijão, nos beijavamos enquanto eu metia fundo nele, e com outra mão eu batia uma pra ele.

Mudamos de posição e comi ele de ladinho, era muito bom sentir o calor dos nossos corpos suados, ele mandava eu meter mais forte, me chamava de safado, pirocudo, gostoso, dizia que eu era o macho dele, que desde que me viu queria ver como era o meu pau, botei ele de frango assado e comi ele enquanto nos beijavamos, até que anunciei que ia gozar, ele mandou eu gozar na boca dele, me masturbei um pouco e gozei, ele bebeu tudo. Meu pau não amoleceu, ainda tranzamos muito na água, eu chupei o pau dele e ele gozou na minha boca. Depois nos recompomos e fomos embora, os outros estavam nos procurando.

Naquele final de semana ainda tranzamos muito, mas conto em outras oportunidades, ainda somos amigos, temos namoradas, mas nos pegamos, ah! e foi com ele que fui passivo pela primeira vez, mas prefiro ser ativo, conto em outra oportunidade. Abaixo, uma foto do meu pau.

About Marcelo Costa

Sou apaixonado por conteúdo adulto, vídeos, fotos, contos e tudo mais. Mas gosto de um conteúdo que só de ver uma foto o tesão sobe loucamente. E por isso participo da equipe desse Blog.

One comment

  1. só faltou a foto do pau do rapaz…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *